Quarta, 24 de Julho de 2024
Publicidade

Morre o ex-vereador e pioneiro de Nova Santa Rosa, Leopoldo Schirmer, aos 91 anos

Leopoldo deixa a esposa Neli, oito filhos, 21 netos, 30 bisnetos e dois tataranetos, além de amigos e vizinhos enlutados.

18/06/2024 às 16h51
Por: Redação Fonte: Oeste Notícias
Compartilhe:
Morre o ex-vereador e pioneiro de Nova Santa Rosa, Leopoldo Schirmer, aos 91 anos

Leopoldo Schirmer, 91 anos, ex-vereador e pioneiro de Nova Santa Rosa, faleceu por volta das 16h desta terça-feira (18), após alguns dias internado na UTI de um hospital em Marechal Cândido Rondon  em decorrência de uma pneumonia e demais complicações.

Leopoldo deixa a esposa Neli, oito filhos, 21 netos, 30 bisnetos e dois tataranetos, além de amigos e vizinhos enlutados.

Há pouco mais de três anos, ele recebeu da Câmara de Vereadores o título de Cidadão Honorário por todas as contribuições que teve para com Nova Santa Rosa.

HISTÓRICO EM NOVA SANTA ROSA
Leopoldo e família começaram uma história em Nova Santa Rosa no dia 18 de julho de 1962. Para chegar até a este local pouco desbravado, foram quatro dias de viagem sobre um caminhão “Marta Rocha” alugado, saindo de Horizontina, rumo ao então distrito de Nova Santa Rosa, pertencente a Toledo.

Segundo Leopoldo, em entrevista concedida ao Oeste Notícias em 2018, o motivo da vinda para Nova Santa Rosa se devia a melhores oportunidades para ele e sua família. “Meu sogro e dois cunhados já moravam aqui e diziam que as terras eram bem baratas e que eram produtivas”, explicou na época.

Logo quando chegaram em Nova Santa Rosa, foram morar em uma chácara, onde atualmente está localizado o Bairro BNH. Neste local, moraram um pouco mais de um ano e depois foram para a Linha 1º de Março, que pertence até hoje ao distrito de Planalto do Oeste. Na época, sem Leopoldo saber, o distrito pertencia para Terra Roxa, não Toledo, como achava. Nesta localidade, com o que tinha no Rio Grande do Sul, conseguiu comprar duas colônias de terra e uma chácara.

Leopoldo lembrou que na época havia na cidade meia dúzia de casas, um cartório, um mercadinho, bares, um bolão, e a atual praça central era um campo de futebol.

Desde o primeiro dia em que se instalou em Planalto do Oeste, Leopoldo Schirmer sempre prestou serviços para a comunidade. “Ajudava na construção das casas de vizinhos, na derrubada de árvores para abrir estradas, etc”, contou.

O seu início em Planalto do Oeste foi na criação de porcos e na plantação de fumo. Como veio com quase nada, a primeira moradia foi um galpão e os móveis tiveram que ser comprados tudo novo, já que não deu para trazer os antigos na mudança.

ESCOLA WILLY BARTH
Mas, a sua primeira grande ação em Planalto do Oeste foi lutar pela construção de uma escola. Com a ajuda de demais moradores, conseguiram o terreno e os materiais necessários para a construção da escola. A instituição de ensino começou com uma professora, a Dona Idalina. Ela era paga pelos próprios pais e com os recursos oriundos de promoções na comunidade.

PLEBISCITO
Em 1975, outra luta do seu Leopoldo e comunidade foi vencida. Com apenas dois votos contrários, por meio de um plebiscito, Planalto do Oeste se tornaria em 1976, distrito do recém-emancipado município de Nova Santa Rosa.

POLÍTICA
Devido a sua grande atuação pela comunidade de Planalto do Oeste, Leopoldo Schirmer, juntamente com Arnoldo Bloch (in memoriam), foram eleitos em 1976, pela comunidade, para que fossem eles os candidatos a vereança por Planalto, para a primeira legislatura de Nova Santa Rosa. Leopoldo foi o terceiro mais votado, com 283 sufrágios, e Arnoldo em sexto, com 171 votos. Na época, Armindo Fischer foi eleito prefeito.

Schirmer foi eleito para um mandato de seis anos. Nos últimos dois anos de mandato foi presidente da Câmara de Vereadores. Na eleição de 1982, Leopoldo foi candidato a vice-prefeito, ao lado de Daniel Wutzke. A eleição foi vencida por Elio Migliorança e Albino Eitel. Um detalhe curioso da época, é que os três postulantes ao cargo de prefeito eram do mesmo partido, a Arena, que atualmente é chamado de União Brasil.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias