Domingo, 26 de Junho de 2022
15°

Poucas nuvens

Maripá - PR

Geral Paraná

Portos do Paraná faz treinamento para conscientizar sobre importância da coleta seletiva

A Portos do Paraná apresentou nesta quinta-feira (27) a seus gerentes e colaboradores questões ligadas ao seu novo contrato terceirizado de Gerenci...

27/05/2022 às 17h55
Por: Redação Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
Foto: Claudio Neves/Portos do Paraná
Foto: Claudio Neves/Portos do Paraná

A Portos do Paraná apresentou nesta quinta-feira (27) a seus gerentes e colaboradores questões ligadas ao seu novo contrato terceirizado de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, com início no mês de junho. A intenção é conscientizar todos sobre a importância da coleta seletiva em seu ambiente de trabalho e na vida cotidiana.

Segundo João Paulo Santana, diretor de Meio Ambiente da Portos do Paraná, a iniciativa também é pensada toda a coletividade. “A escolha de cada um de promover a separação dos resíduos, para que não sejam descartados como lixo, é também um ato humanitário. A comercialização e transformação desses produtos gera trabalho, renda e promove a inserção social dos catadores”, diz.

Para o gerente de Meio Ambiente da empresa pública, Thales Schwanka Trevisan, embora o tema reciclagem seja considerado antigo, a atuação como empresa deve buscar sempre a melhoria da separação dos resíduos sólidos. “Hoje, apenas uma pequena parcela dos resíduos gerados no porto é destinada para as associações de catadores de materiais recicláveis aqui de Paranaguá, em virtude da má segregação”, afirma.

Segundo ele, o objetivo do treinamento é buscar disseminar para todos os funcionários as informações e orientações de como vai funcionar o novo contrato de gerenciamento de resíduos sólidos. Haverá uma mudança relativamente radical, à qual os colaboradores ainda não estão habituados.

“Como exemplo, iremos promover, dentre uma das novas ações, a retirada das lixeiras que ficam embaixo das mesas, colocando pontos de coleta seletiva organizados por setores, com coletores bem identificados, com as orientações para o correto descarte. Será uma mudança de cultura na gestão de resíduos do porto”, explica Trevisan.

Também serão retiradas todas as caçambas com tampas que estão espalhadas nas vias públicas da área do Porto Organizado. Depois, serão realocadas para espaços restritos de acesso. Posteriormente, com a contratação efetivada dos outros serviços voltados à gestão de resíduos da empresa, as caçambas abertas restantes das vias públicas também serão removidas.

Emanoela dos Santos, mãe de cinco filhos e representante de uma das 21 famílias que compõem a Associação dos Catadores de Material Reciclável de Vila Santa Maria (Assepar), entidade que recebe os resíduos recicláveis da Portos do Paraná, afirma que é de fundamental importância receber o ‘lixo’ já separado de forma correta. “Evita acidentes, agiliza, facilita o trabalho e melhora as condições de quem está trabalhando”.

ASSEPAR– A Associação dos Catadores de Material Reciclável de Vila Santa Maria foi fundada em 2006, em Paranaguá, por um grupo de 22 famílias que dependem da renda gerada pela separação correta dos materiais recicláveis. Para doar ligue (41) 99752 2083 (WhatsApp).

ENTENDA O QUE É RECICLÁVEL

Papel – São recicláveis jornais e revistas, cadernos, caixas em geral, cartazes, embalagens longa vida, papelão, correspondência em papel, material de divulgação.
Não são recicláveis guardanapos, lenços de papel, papel higiênico, etiquetas adesivas, papéis metalizados e plastificados, papel toalha, papel carbono e fotografias.

Vidro – São recicláveis copos, potes, garrafas, frascos de perfume, vasilhames de produtos de higiene e limpeza.
Não são recicláveis cristais, porcelanas e espelhos.

Plástico – São recicláveis copos, garrafas, sacos, sacolas, frascos de produtos, tampas, potes, canos PVC e embalagens PET (de refrigerantes, óleo, vinagre, etc)
Não são recicláveis fraldas descartáveis, adesivos e embalagens metalizadas (ex: bombons e biscoitos)

Metal – São recicláveis tampinhas de garrafas, latas, enlatados, panelas sem cabo, ferragens, arames, chapas, canos, pregos e cobre.
Não são recicláveis clipes, grampos, esponjas de aço, latas de tinta, de veneno, de verniz e de solventes químicos, embalagens de aerossóis.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias