Domingo, 26 de Junho de 2022
15°

Poucas nuvens

Maripá - PR

Geral Paraná

Modernizada, agência de inovação da UEL amplia atendimento às startups da região Norte

A Agência de Inovação Tecnológica (Aintec) da UEL, referência no ecossistema de inovação de Londrina e região, inaugurou oficialmente nesta sexta-f...

27/05/2022 às 17h50
Por: Redação Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
Foto: O Perobal/UEL
Foto: O Perobal/UEL

A Agência de Inovação Tecnológica (Aintec) da UEL, referência no ecossistema de inovação de Londrina e região, inaugurou oficialmente nesta sexta-feira (27) as obras de reforma e ampliação de todo o espaço físico. O prédio ganhou uma nova área, mais ampla e adequada para realização das atividades, sendo esta a primeira reforma após mais de 20 anos de construção. A cerimônia realizada no Campus Universitário contou com a participação de membros da comunidade universitária, autoridades e convidados. 

As obras tiveram início em março deste ano e melhoraram o calçamento externo, fachada, pinturas interna e externa, além da rede lógica e de iluminação. Também foram substituídos o forro de gesso e impermeabilização do chão de toda a parte interna. Todo o trabalho e material foram doados pelos empresários Atsushi e Kimiko Yoshii, da construtora A. Yoshii, de Londrina. O casal também foi responsável, em 2000, pela doação da estrutura física para construção da Aintec. 

Segundo o diretor da agência, Edson Miura, também foram substituídas as atuais lâmpadas por novas em tecnologia Led e os aparelhos de ar-condicionado. “Com essa reforma teremos instalações modernas e adequadas fazendo com que a Aintec se firme como referência em tecnologia e inovação”, destacou.

Considerada uma das principais incubadoras de empresas do Paraná, a Aintec tem atualmente 12 startups em estágio de desenvolvimento, das áreas de Agro, Nanotecnologia, Microbiologia, Logística Reversa e Tecnologia de Processos.

A agência também atua no auxílio de licenciamento e patentes, o que contribuiu para que, nos últimos quatro anos, a UEL aparecesse sete vezes no ranking dos maiores depositantes do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). A universidade somou 118 pedidos de propriedade intelectual, entre as modalidades Programas de Computador e Patentes de Invenção (PI), que são relativas a novas tecnologias.

O reitor da UEL, Sérgio de Carvalho, destacou a importância da inovação, lembrando da recém-aprovada Lei de Inovação, na qual a universidade foi pioneira na adesão. “O conhecimento não pode ficar nos muros da universidade, precisa gerar um benefício social. Com a Aintec, a UEL também se abre para o contato com o setor produtivo”, reiterou.

Na mesma linha, o superintendente da Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti), Aldo Nelson Bona, disse que as instituições públicas precisam atender aquilo que a sociedade local e regional necessita. Destacou o Programa Ageuni (Agências para o Desenvolvimento Sustentável e Inovação do Paraná), do qual a Aintec faz parte, que promove e incentiva a inovação, principalmente, por meio de dois projetos: Empreende Mais Paraná e Projetek – Projetos Técnicos Integrados de Engenharia e Arquitetura.

"Inovação é um processo contínuo. Estamos trabalhando para incorporar essas grandes ideias das universidades nos cotidianos das cidades e do mercado", disse.

O fundador e presidente do Conselho Administrativo da construtora, Atsushi Yoshii, relembrou o início do relacionamento com a universidade e a construção do prédio. Ele ainda relatou ser papel da empresa devolver para a sociedade todo o crescimento e possibilidade que tiveram, por isso o apoio e a manutenção dessa relação com a UEL. Na cerimônia, ele estava acompanhado da família, a esposa Kimiko Yoshii, vice-presidente do Conselho Administrativo, e o filho Leonardo Yoshii, presidente do Grupo A. Yoshii.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias