Domingo, 26 de Junho de 2022
15°

Poucas nuvens

Maripá - PR

Geral Paraná

Estado lança residência técnica e especialização em Ciências Forenses; são 87 vagas

Com o objetivo de incentivar a pesquisa, desenvolvimento, inovação tecnológica em ciências forenses, e fortalecer o atendimento à população, o Gove...

27/05/2022 às 16h20
Por: Redação Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
Foto: UEM/SETI
Foto: UEM/SETI

Com o objetivo de incentivar a pesquisa, desenvolvimento, inovação tecnológica em ciências forenses, e fortalecer o atendimento à população, o Governo do Estado lançou nesta quinta-feira (26) o programa de Residência Técnica e Especialização em Ciências Forenses. Os recursos para viabilizar o programa ultrapassam a R$ 5,4 milhões e serão utilizados para custear as bolsas-auxílio para residentes e despesas administrativas para a execução do programa.

A Restec será desenvolvida em parceria entre a Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, a Secretaria Estadual da Segurança Pública e a Universidade Estadual de Maringá (UEM).

Os 87 residentes selecionados desenvolverão atividades práticas, durante o período de dois anos, em unidades do Instituto Médico Legal e no Instituto de Criminalística, ligados à Polícia Científica do Paraná nos municípios de Curitiba, Maringá, Londrina, Foz do Iguaçu, Ponta Grossa, Jacarezinho, União da Vitória, Toledo, Umuarama, Ivaiporã, Pato Branco, Campo Mourão, Paranavaí, Apucarana, Cascavel, Francisco Beltrão, Guarapuava e Paranaguá.

Em paralelo os profissionais cursarão disciplinas que integram o Curso de Especialização em Ciências Forenses, ofertado na modalidade a distância pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), com carga horária total de 480 horas. O curso tem como objetivo capacitar profissionais nesta área, compreendida como métodos e técnicas científicas aplicadas para a resolução de crimes e o esclarecimento de outros assuntos legais (cível, penal ou administrativo).

O superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Bona, ressaltou a importância da residência técnica na formação de novos quadros, permitindo ao profissional desenvolver atividades práticas de formação na esfera pública.

“Esta estratégia tem contribuído para que todos os órgãos do serviço público do Paraná ganhem muito, pois os residentes contribuem com novas ideias e ajudam os setores a se reinventarem em suas práticas. O Estado contribui com a formação de profissionais que podem, após a residência, serem incorporados ao serviço público estadual ou municipal”, disse.

O diretor da Polícia Científica do Paraná e presidente da Academia Brasileira de Ciências Forenses, Luiz Rodrigo Grochocki, destacou a atuação da Polícia Científica no Estado.

“Hoje temos 27 unidades em funcionamento no Paraná, e todas vão ofertar vagas para residentes. Realizamos em torno de 120 mil exames por ano, atendemos diversas instituições como o Exército Brasileiro, a Polícia Militar, Justiça Estadual, Ministério Público, além de outros órgãos em âmbito estadual e federal. Nesse sentido, os residentes poderão contribuir efetivamente e se desenvolverem profissionalmente durante os dois anos de prática junto a Polícia Científica”, afirmou.

PARA CONCORRER– Para concorrer às vagas, o candidato deve ter concluído o curso de graduação nos últimos três anos, em uma das 39 áreas contempladas pelo edital. Poderão concorrer graduados em medicina, odontologia, farmácia, enfermagem, psicologia, biologia, biomedicina, biotecnologia, administração, economia, contabilidade, engenharia de bioprocessos, engenharia biomédica, engenharia ambiental, engenharia civil, engenharia elétrica, engenharia mecânica, química, física, engenharia química, engenharia eletrônica, engenharia mecatrônica, medicina veterinária, geologia, engenharia cartográfica, engenharia da computação, informática, computação, fonoaudiologia, direito, museologia, biblioteconomia, arquivologia, gestão da informação, estatística, matemática, educação física, fisioterapia e terapia ocupacional.

Os residentes receberão bolsas mensais no valor de R$ 1.900,00 e auxílio-transporte pelo período de dois anos. Recentemente, o Governo do Estado aprovou reajuste de 25% no valor das bolsas custeadas no âmbito da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, atualmente em processo de implementação nas diversas instâncias governamentais.

PROJETOS ESTRATÉGICOS NA UEM– No final de 2021, a UEM e a Secretaria de Segurança Pública firmaram um termo de cooperação técnica, abrangendo a Polícia Científica e a Polícia Militar. O termo fomenta o desenvolvimento de projetos de ensino, pesquisa, extensão e prestação de serviços, com ênfase na inovação e tecnologia voltados para a ciência forense e a segurança pública.

Além disso, também tramita na universidade o Regulamento do Programa de Ciência e Tecnologia Forense (Proforense-UEM), que tem como premissa articular ações de ensino, pesquisa, extensão, prestação de serviços, inovação e desenvolvimento cultural. O programa integra pesquisadores da UEM e fomenta ainda parcerias com outras instituições. Além disso, tem sido construído com a ideia de integrar a Rede Estadual de Ciências Forenses no Paraná.

PROGRAMAAtualmente, 11 programas de Restec estão em andamento, sendo que sete já selecionaram os profissionais e 773 residentes estão desenvolvendo as atividades em diferentes órgãos do Estado. Pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) – Gestão Pública e Engenharia e Obras Públicas; pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) – Economia Rural; pela Universidade Estadual do Paraná (Unespar) – Gestão Cultural; pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) – Gestão em Turismo e Inovação, Transformação Digital e E-Gov.

A Restec em Gestão de Ambientes Promotores de Inovação, promovida pela Unicentro, está em processo de seleção. A Restec de Gestão em Segurança Pública está com inscrições abertas até o dia 1º de junho. Também estão em andamento as Restec  em  Engenharia e Gestão Ambiental, em Ambientes Promotores de Inovação e em Gestão de Saúde Pública. 

Serviço:

Programa de Residência Técnica e Especialização em Ciências Forenses

Publicação do Edital prevista para o dia 31 de maio de 2022

Taxa de inscrição: R$150,00

Período de vigência da Residência: agosto de 2022 a julho de 2024

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias