Domingo, 26 de Junho de 2022
15°

Poucas nuvens

Maripá - PR

Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Comissão recebe presidente do Banco Central para discutir inflação e taxa de juros

Cleia Viana/Câmara dos Deputados Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central A Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados real...

27/05/2022 às 16h00
Por: Redação Fonte: Agência Câmara de Notícias
Compartilhe:
Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central - (Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)
Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central - (Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)

A Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados realiza audiência pública na terça-feira (31) com a presença do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, para discutir medidas de combate à inflação e o aumento das taxas de juros.

O debate será realizado no plenário 8, às 14 horas, e poderá ser acompanhado de forma virtual e interativa pelo canal e-Democracia.

O deputado Silvio Costa Filho (Republicanos-PE), que apresentou o pedido de audiência, afirma que o Brasil foi surpreendido com notícias recentes de que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) – considerado uma prévia da inflação oficial do país – chegou a 1,73% em abril, segundo informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). É a maior taxa para o mês desde 1995.

"Em 12 meses, esse índice acumula alta de 12,03%, acima dos 10,79% registrados no mesmo período do ano anterior – um percentual muito superior à meta de inflação neste ano do Banco Central, fixada em 3,5%", disse o deputado.

Entre os segmentos que mais impactaram no IPCA-15 neste mês estão o grupo de transportes – puxados pelo preço dos combustíveis – seguidos por alimentos, bebidas e energia elétrica.

Por outro lado, lembrou Silvio Costa Filho, o Boletim Focus também elevou a estimativa de juros para 2022, prevendo uma alta da taxa Selic de 13,05% para 13,25% até o fim do ano. Atualmente esse índice está em 12,75%, tendo sido aumentado de forma consecutiva pelo comitê para combater a inflação, citou o deputado, para justificar a presença do presidente do Banco Central na comissão.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias