Domingo, 26 de Junho de 2022
15°

Poucas nuvens

Maripá - PR

Economia Paraná

Em Foz do Iguaçu, governador destaca papel do setor de seguros na economia do Estado

O governador Carlos Massa Ratinho Junior participou nesta quinta-feira (26) em Foz do Iguaçu, no Oeste do Estado, da abertura do Congresso Sul Bras...

27/05/2022 às 08h45
Por: Redação Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
Foto: Ari Dias/AEN
Foto: Ari Dias/AEN

O governador Carlos Massa Ratinho Junior participou nesta quinta-feira (26) em Foz do Iguaçu, no Oeste do Estado, da abertura do Congresso Sul Brasileiro de Corretores de Seguro (Brasesul) e destacou o papel do setor na economia paranaense. Ele citou, principalmente, o suporte das seguradoras aos produtores rurais após a quebra de safra na agricultura por causa da estiagem prolongada no Estado.

O Brasesul é o maior evento do mercado de seguros da Região Sul do Brasil, agregando a indústria do seguro do País, com a participação de cerca de 2,4 mil pessoas, entre corretores de seguros, seguradores, securitários e prestadores de serviço. O congresso é realizado pelos Sindicatos dos Corretores de Seguro do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Segundo Ratinho Junior, o Paraná é um dos estados mais relevantes no seguro para o agronegócio, com subvenção ao apoio dos plantios.

“É um mercado que vem crescendo muito no Brasil e no Estado, faturando em torno de R$ 10 bilhões no Paraná no ano passado, com destaque para o setor de seguro agrícola”, disse. “Com a estiagem que sofremos nos últimos anos, o setor nos ajudou a diminuir os prejuízos que prejudicaram as lavouras. Isso é essencial para um Estado que tem a agricultura e a agroindústria como base econômica”.

O Paraná registrou desempenho positivo em 2021 no setor. Dos R$ 141 bilhões arrecadados no Brasil (sem contar VGBL/DPVAT), o Estado respondeu por quase R$ 10 bilhões, um crescimento de 19,2% em relação a 2020. O mercado de seguro tem crescido em torno de dois dígitos ao longo dos últimos anos, representando 6,8% do PIB nacional.

“O mercado de seguros é primordial para que a economia brasileira se consolide e garanta o seu crescimento”, ressaltou o governador.

Ele salientou que outros setores da economia também são beneficiados por esse mercado, que tem ainda grande possibilidade de crescimento. “O meu desejo é conseguirmos chegar a um patamar como o do mercado americano, em que tudo passa pelas corretoras, desde um objeto pessoal até as grande obras. Dessa forma, não seríamos um País de contratos inacabados, pois elas poderiam ser amparados por um seguro”, afirmou.

PANDEMIA– A indústria de seguros suportou a crise da pandemia indenizando em mais de R$ 6 bilhões as famílias de pessoas que faleceram em razão da Covid-19. Os seguros privados de saúde foram essenciais durante a escalada da doença, com investimentos que superaram o Sistema Único de Saúde (SUS). Os corretores também foram fundamentais durante todo o período, atendendo e dando amparo aos segurados.

“A indústria se mostrou resiliente e deu apoio às vítimas da Covid-19. Apesar de a pandemia ser um excludente, as seguradoras se uniram. Os corretores estiveram na ponta para dar esse apoio”, explicou José Antonio de Castro, vice-presidente do Sincor-PR (Sindicato dos Corretores de Seguros e Empresas Corretoras de Seguros, Resseguros, Vida, Capitalização, Previdência Privada e Saúde no Estado do Paraná) e coordenador-geral do Brasesul.

EVENTOO Brasesul segue até a sexta-feira (27) e tem como tema “Diversifique, Fidelize, Monetize”. Entre os palestrantes confirmados estão o cantor e compositor Léo Chaves (palestra “A grande arte de se reinventar”); a ex-atleta Hortência Marcari (“Lições de uma vida – estratégia, valores e atitude de uma campeã”); o professor Ricardo Carvalho (“A arte da liderança como ingrediente de competência para o 3º milênio”); e o empresário, palestrante e consultor, Marcelo Caetano (“Diversifique, Fidelize e Monetize”).

A última edição do Brasesul, realizada em 2018, reuniu mais de 2 mil pessoas em Florianópolis (SC), e teve como tema central “Caminhos, Alternativas e Soluções”. Na ocasião, estiveram em pauta os avanços tecnológicos e as novas opções de atuação para melhorar a relação entre corretor e clientes.

PRESENÇASParticiparam da solenidade os presidentes da Fenacor, Armando Vergílio; do Sincor-PR, Wilson Pereira; do Sincor-SC, Afonso Coelho; do Sincor-RS, André Thozeski; do Ibracor (Instituto Brasileiro de Regulação de Mercado), Joaquim Mendanha; o superintendente da Susep (Superintendência de Seguros Privados), André Camilo; o diretor de Relações Institucionais da Confederação Nacional de Seguros, Genildo Albuquerque Neto; o diretor-geral da Escola de Negócios de Seguros, Tarcísio José Godoy; e o vice-presidente do Sincor-RS, Ricardo Pansera.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias