Sábado, 28 de Maio de 2022
15°

Chuva

Maripá - PR

Geral Paraná

Animais domésticos vitimados terão novo espaço para reabilitação em Campo Mourão

Uma parceria entre a Secretaria estadual do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), através do Instituto Água e Terra (IAT), e a prefeit...

21/01/2022 às 16h30
Por: Redação Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:

Uma parceria entre a Secretaria estadual do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), através do Instituto Água e Terra (IAT), e a prefeitura de Campo Mourão, no Centro-Oeste, irá permitir um atendimento digno aos cães vítimas de maus-tratos ou acidentes.

O secretário Márcio Nunes e o prefeito Tauillo Tezelli assinaram simbolicamente, nesta sexta-feira (21), um convênio para a construção do Centro de Atendimento Transitório de animais domésticos vítimas de maus-tratos e a reforma da estrutura já existente. O convênio passa pela etapa final para ser formalizado pelo Governo do Estado. 

Após esse processo, o município receberá R$1,68 milhão para dar início às obras. Campo Mourão possui um espaço sem estrutura para atendimento médico-veterinário, que funciona como abrigo de animais que aguardam ser adotados.

“É mais um trabalho dentro do conceito de Saúde Única (animal, humana e do meio ambiente). Maus-tratos de animais domésticos consta como crime no Código Penal e esse espaço visa reabilitar os animais para que sejam adotados e tenham uma vida digna”, disse o secretário Márcio Nunes.

Hoje, os cães vitimados recebem tratamento veterinário após cuidados em lares temporários, por intermédio da Associação dos Protetores dos Animais Independentes (Pais), que administra o local.

Superlotado, o espaço tem 180 animais abrigados e agora será um local de passagem para reabilitação. “Todos foram resgatados machucados e não têm condições de serem medicados e receberem curativos. Com esse centro, o animal vai poder ser recuperado lá”, diz a administradora da Associação, Amanda Tonet.

CENTRO DE REABILITAÇÃO– O Centro dará fim a um espaço conhecido como canil. Para o prefeito Tauillo Tezelli, a solução de problemas ambientais nos municípios tem sido uma das prioridades do Governo do Estado.

“O Estado está nos atendendo com mais esse pedido, pois a prefeitura não tem capacidade financeira para resolver muitos desses gargalos”, afirmou.

A secretária municipal do Meio Ambiente, Shelly Nogueira, destacou que a importância da causa animal é de conhecimento de todos e o projeto visa a reabilitação, com tratamento do animal que chega doente e a destinação para adoção.

“Não vamos mais ter cachorro preso. Queremos reabilitar os cães e dar condição de vida a eles”, afirma.

A prefeitura também doou 500kg de ração para a Pais, arrecadados em ação ambiental de troca de mudas nativas por ração.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias