Sábado, 22 de Janeiro de 2022
24°

Poucas nuvens

Maripá - PR

Política Politica

Joinville barra linguagem neutra na cidade e define “punição”

Em caso de descumprimento, autoridades podem iniciar Processo Administrativo Disciplinar

25/12/2021 às 22h52
Por: Redação Fonte: Gospel Prime
Compartilhe:
Bandeira LGBT (Foto: Reprodução/Pixabay)
Bandeira LGBT (Foto: Reprodução/Pixabay)

Foi sancionado pelo prefeito de Joinville, Santa Catarina, uma lei que proíbe linguagem neutra pelo poder público do município, permitindo que um Processo Administrativo Disciplinar seja aberto por arte das autoridades em caso de descumprimento.

Assim, membros da administração pública de Joinville, bem como integrantes da Câmara de Vereadores, autarquias e outras organizações, não poderão se utilizar dessa forma de linguagem que visa confundir a mente das crianças.

De acordo com o texto aprovado, a lei é voltada sobretudo para o sistema de ensino público municipal e às bancas examinadoras de seleções e de concursos.

A lei é de autoria do vereador Wilian Tonezi (Podemos), que conseguiu aprovação quase unânime na Câmara dos Vereadores, com um único voto contrário, o da vereadora Ana Lúcia Martins (PT).

Os outros demais 18 vereadores foram favoráveis ao projeto.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias